Sintomas

Apendicectomia – Tudo sobre a cirurgia de retirada da apêndice

o-que-é-apendiciteVocê sabe o que é apendicite? Este é um nome que comumente ouvimos falar. Quando nos referimos a ele, estamos nos referindo a uma inflamação que acontece no apêndice cecal, ocasionado pelo acúmulo de bactérias. Mas afinal, o que é o apêndice, e porque acontece a apendicectomia?

O apêndice é uma parte saliente que se localiza no início do intestino grosso, que exerce funções básicas de locomoção. Quando acontece a inflamação nessa região, você pode vir a desencadear dores e desconfortos muito desagradáveis, devido a obstrução causada. Isso chamamos de crise aguda de apendicite.

Geralmente, quando acontece os casos de inflamações do apêndice, o paciente deve ser submetido à cirurgia para a retirada do apêndice. Ele passa pela apendicectomia. Procedimento cirúrgico, que pode durar até 1 hora para a realização, que necessita o uso de anestesia geral.

Nesse artigo, você vai conhecer todas as formas de realização da apendicectomia. Não deixe de acompanhar.

Quando é indicada a cirurgia?

apêndice-inflamadoAo detectar que há algo de errado em nosso corpo, nossos mecanismos de defesas, logo dão um jeito de transparecer os sinais, e assim acontece quando começam a se manifestar os sintomas da apendicite. Você pode começar com uma leve dor que vai aumentando gradativamente, o que significa a piora do quadro.

A dor da apendicite pode vir acompanhada de sintomas como enjoo e vômito, o que alerta que você deve procurar um atendimento médico imediatamente. Ao diagnosticar a infecção, o médico se incumbirá de te instruir para os próximos procedimentos, nesse caso, ele te encaminhará para fazer a apendicectomia.

Quais são os riscos da cirurgia para retirada do apêndice?

Como todas as cirurgias, por menores que sejam, não podemos descartar alguns riscos aos quais elas expõem o paciente. Prisão de ventre, vermelhidão no local e febre podem significar sinais de complicações após a realização da apendicectomia. Se você passar por alguns desses sintomas, até três dias após o ato cirúrgico, volte ao seu médico para verificar, o que está acontecendo.

A apendicectomia tradicional

cirurgia-tradicionalEm alguns casos, embora mais raros hoje, o paciente ainda é submetido ao método cirúrgico tradicional, para a retirada do apêndice. Isso acontece quando o apêndice está muito dilatado, ou quando ele se rompe. No modo tradicional, o paciente passa por um corte de aproximadamente 5 cm no lado direito do abdómen. Por haver uma abertura, a cicatrização e recuperação são um pouco mais demoradas, a cicatriz pode também ficar mais visível.

Quando o paciente começa a sentir os sintomas e já busca ajuda médica, as chances de ele não passar pela cirurgia tradicional, é maior, mas muitos dos pacientes ignoram o início da dor, e só buscam atendimento quando não mais suportam a dor.

A cirurgia através da videolaparoscopia

laparoscopia

Devido ao avanço da medicina, os pacientes podem passar por processos cirúrgicos mais rápidos e tão eficientes quanto a cirurgia tradicional. No caso da videolaparoscopia, o paciente sofre menos impacto porque para a realização são necessárias três pequenas perfurações de aproximadamente 1 cm cada, o apêndice sairá por um desses canais. Além de oferecer menor risco, a cicatrização e recuperação são mais rápidas e as cicatrizes ficam muito discretas, quase invisíveis.

O tempo de recuperação pós cirúrgico

Como você pôde ver até aqui, os tipos de cirurgia para a retirada do apêndice podem variar, e dessa forma, o tempo de recuperação também. Para pacientes operados através do método tradicional, é necessário, em média um mês para completa recuperação. Já para os submetidos à laparoscopia, esse tempo diminui significativamente, sendo necessário no máximo 15 dias.

Em ambos os tipos de procedimentos, o paciente deve adotar algumas medidas para que a recuperação pós cirúrgica seja perfeita:

  • repouso-pós-cirúrgicoRepouso – É extremamente necessário o repouso nos primeiros dias, sete dias é o mínimo para não fazer “arte”
  • Retirada dos pontos – Hoje já existem os pontos que são absorvidos naturalmente, contido para o método tradicional ainda há casos de cirurgias com pontos que devem ser retirados um tempo depois. O médico responsável, irá orientá-lo para a data dessa retirada que normalmente acontece de 8 a 10 dias após a operação.
  • Cuide a alimentação – No período de recuperação o paciente deve optar pelo consumo de carnes brancas e manter uma dieta leve e equilibrada.
  • Dormir de barriga para cima – Nos primeiro sete dias, o paciente deve se posicionar sempre de barriga para cima ao deitar, pode pressionar com uma cinta ou um pano, em caso de tosses e na hora de levantar.
  • Atividades físicas, somente um mês após a cirurgia, nada menos que isso. Esforço físico de qualquer espécie, deve ser evitado.

Após a cirurgia, o médico responsável pelo seu caso, vai te orientar sobre a cirurgia, cuidados e marcará a data do seu retorno para averiguação.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.