Doenças

As principais causas de hipertensão

pressão-arterialSegundo o Ministério da Saúde, no Brasil existem cerca de 13 milhões de pessoas que sofrem de hipertensão arterial. Mas o que é hipertensão arterial? A hipertensão arterial, também conhecida como pressão alta, é uma doença crônica que afeta aproximadamente 30% da população mundial.

Um dos principais fatores quem vêm contribuindo para o aumento dos casos de hipertensão é o estilo de vida moderno. Estresse, maus hábitos alimentares, sedentarismo e obesidade, são exemplos de alguns fatores que provocam o aumento dos casos de hipertensão.

Um dos maiores problemas desta doença é a ausência de sintomas, ou seja: as pessoas que sofrem de hipertensão não sabem que tem a doença até que ela provoque lesões nos órgãos vitais, tais como lesão no cérebro, coração ou rins.

De acordo com a OMS – Organização Mundial de Saúde, a pressão alta é uma das principais causadoras da insuficiência renal, infarto do miocárdio e AVC – Acidente Vascular Cerebral. Neste artigo esclareceremos como a hipertensão arterial se desenvolve, como realizar a prevenção, diagnosticar e tratar a doença.

 

HIPERTENSÃO – COMO FUNCIONA

doenças-cardiovascularesComparando o coração e os vasos sanguíneos com uma torneira aberta com vários esguichos, o que aconteceria se as pontas desses esguichos fossem fechadas?  Simples, a pressão dentro da torneira aumentaria, pois existiriam obstruções que dificultariam a saída da água através dos esguichos. Da mesma forma acontece com o coração. Quando o coração bombeia o sangue, e os vasos sanguíneos estão estreitos, a pressão aumenta, podendo causar complicações sérias a diversos órgãos.

O cálculo regular da pressão sanguínea é o único meio para diagnosticar a HAS – Hipertensão Arterial Sistêmica, que é o nome científico da hipertensão. Quem tem pressão arterial acima de 14/9 (140 por 90 mmHg) é considerado hipertenso, porém é importante destacar que esses números podem variar de acordo com a idade ou determinada doenças que a pessoa possuir.

 

HIPERTENSÃO – PRINCIPAIS CAUSAS

controle-da pressãoNa maioria dos casos, cerca de 90%, não há causas definidas para a hipertensão, sendo a genética considerada o principal fator de risco para o desenvolvimento da doença.  Neste contexto, é importante destacar que essa predisposição genética ataca, de forma igualitária e preocupante, tanto os homens quanto as mulheres. Ainda, a Sociedade Brasileira de Hipertensão afirma que 01 (um) em cada 04 (quatro) adultos no Brasil é considerado hipertenso.

Por ser um fator genético, basta um parente próximo a você, como: mãe, pai ou avô apresentar pressão alta para que haja boas chances de você também ter a doença. Somente 5% a 10% dos casos são resultantes de outras doenças, tais como o hipotireoidismo, insuficiência renal, diabetes ou apneia do sono. Por fim, é muito mais seguro prevenir a pressão alta do que se preocupar com as causas.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.