Sintomas

Como funciona o Parto normal – Tire suas dúvidas

incentivo-ao-parto-normalO parto normal, é a forma mais natural que existe para a chegada do bebê, mas para que o nascimento dessa forma aconteça, deve existir a contração do útero, dilatação e um posicionamento adequado, ou seja, é preciso estar dentro de uma série de condições. A forma espontânea desse acontecimento, pode ou não ser assistida por um médico.

Ter um filho através do parto normal, embora seja espontâneo, pode ser mais fácil com a ajuda de um médico, isso porque ele saberá ajudar na retirada do bebê, através do canal da vagina.

Não é preciso fazer muito para que esse momento seja especial, afinal, basta saber que é a chegada de um filho para que o momento seja inesquecível. O medo da dor do parto, é comum, principalmente quando se trata da primeira gestação, onde o assunto é ainda novo. Embora seja mais doloroso na hora, existem vários benefícios para o recém-nascido e para a mamãe quando o nascimento é através do parto normal.

 

Parto normal passo a passo – Entenda como funciona!

diferença-entre-parto-normal-e-cesareaA utilização de anestesia em parto normal, pode ou não acontecer, mesmo porque esse é um parto que além de hospital, também acontece em casa. Algumas mães optam para que o nascimento aconteça na água. Considerado mais saudável para mães e bebês, esse parto deveria ser a primeira opção, abrindo espaço para a cesariana, apenas em último caso.

A diferença entre o parto normal e Cesária se resume basicamente em dizer, que no primeiro, o bebê nasce na hora exata, por livre e espontânea vontade, já o segundo, é uma abertura, onde o bebê é retirado da barriga da mãe. Neste caso, pode-se programar uma data para a internação e cirurgia. A mãe passa por um corte, e devido a cirurgia e a posição em que é colocada, não vê diretamente a chegada do filho. Para entender a diferença entre os tipos de parto, veja o vídeo a seguir:

 

Veja o passo a passo do nascimento através do parto normal:

parto-normal

  1. Trabalho de parto – Momento em que naturalmente a bolsa estoura e a mãe começa a perder líquido amniótico. Quando acontece isso, ela já está recebendo informações de que está tudo certo para iniciar os trabalhos de parto.
  2. Dilatações – Quando iniciam estes sintomas, significa que o corpo da mulher, assim como o bebê que está prestes a chegar, se encontram em condições adequadas para o nascimento. O que chamamos de dilatação, é o processo de abertura do espaço para a saída do bebê. O colo do útero O tamanho total que pode chegar a abertura ou dilatação do útero, é de até 15 centímetros.
  3. Contrações – Essas são as responsáveis pelo nascimento em si. Iniciam-se desordenadas e com dores intensas, elas vão se tornando mais intensas e prolongadas de acordo com a aproximação do nascimento. Explico: quando o espaço entre uma contração e outra se tornam menores, significa que já pode acontecer o nascimento a qualquer momento.
  4. O parto – Ao atingir a dilatação adequada e pequenos espaços entre as contrações, não restam dúvidas, em alguns instantes a futura mamãe já escutará o primeiro chorinho. O útero pressiona, e sem haver necessidade de cortes, a criança nasce, preservando os tecidos da mãe, o que facilitará na recuperação pós-parto, inclusive, a recuperação do tamanho normal do colo do útero, acontece mais rápido.
  5. Saída da Placenta – 10 ou 20 minutos após o nascimento, é a hora do último passo do parto, que acontece de forma natural. Há casos em que ela se solta e sai naturalmente na hora do nascimento, mas em alguns outros casos, a placenta demora um pouco mais para descolar.

Complicações no parto

Alguns fatores, podem ser considerados, complicações durante o parto. Um desses fatores é o posicionamento do bebê.

Um outro fator, é o trabalho de parto muito demorado, que pode causar sérios danos respiratórios, sequelas e até mesmo a morte do bebê, além de colocar em risco a vida da mãe durante o nascimento. Visto algum risco de complicações, o médico deve recorrer, aos procedimentos cirúrgicos para a retirada do bebê.

Durante o pré-natal, é também acompanhada a pressão arterial da mãe. Estando alta, corre a mãe, o risco de eclampse, que é também uma complicação séria. Em alguns casos, é necessária, a retirada do bebê, antes mesmo de completar o tempo normal de gestação.

Condições para o parto normal?

  • Conhecer as vantagens do parto normal;
  • Acompanhamento pré-natal completo
  • Condições físicas boas
  • Tranquilidade – A futura mamãe, precisa se sentir confortável, para sentir as dores do parto
  • Escolher o local para o nascimento de sua confiança, seja a maternidade, hospital ou a própria casa, mas que o lugar seja acolhedor para o momento.
  • Acompanhar através dos ultrassons, a posição em que se encontra o bebê, lembrando que ele deve se posicionar de cabeça para baixo.

07 dos benefícios do parto normal para mamãe e bebê

  1. benefícios-do-parto-normalRecuperação pós-parto mais rápida, proporcionando melhor desenvoltura da mulher, até mesmo para lidar com a criança
  2. Melhor e mais rápida produção de leite materno
  3. Menor risco de obesidade de ambos (mãe e filho (a))
  4. Não havendo cortes, menor é o risco de infecções;
  5. Vínculos emocionais mais acentuados;
  6. A recuperação do tamanho do útero, acontece com mais rapidez
  7. A respiração do bebê é melhor

Parto normal! Vamos incentivar!

Ele é o mais indicado, mas ainda é grande o número de mulheres que temem a hora do parto normal, isso explica porque o número de cesarianas é tão grande em nosso país. Em maior número dos casos, os hospitais privados realizam mais esse tipo de parto. Já a rede pública defende mais o parto normal, mas só representa 40% da população.

parto-humanizadoO incentivo ao parto normal, acontece em vários países e há vários anos. O intuito maior é informar e conscientizar a mulher do quão é melhor optar pela forma natural de dar à luz.

O incentivo ao parto normal, fará com que a mãe fique mais tranquila para lidar com o momento, deixando de lado o medo e dando lugar a coragem, lembrando sempre que esse é o melhor parto, se tratando de conservar a vida de mães e filhos expondo-os a menores riscos.

Por causa desse incentivo, o parto humanizado, vem ganhando espaço aos poucos, fazendo o momento do parto, mais calmo, sem pressão, fazendo um tratamento natural e um trabalho mais humano.

Optar pelo parto normal, enfim, é optar pela melhor recuperação e saúde da mãe e do bebê, contudo no Brasil, esse é um parto ainda temido por muitas, devido ao medo da dor.

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.