Dor de Sintomas

Como tirar ciscos do olho? Técnicas para não machucar o olho

retirar-cisco-do-olhoMais comum do que se imagina, é passar por um aperto com um cisco no olho, afinal, os olhos são extremamente sensíveis e até mesmo a poeira pode irrita-los. A técnica mais utilizada e mais recomendada para retirar os ciscos dos olhos é lavar com água corrente ou soro fisiológico, estimulando o aumento lacrimal.

Pó, ciscos e quaisquer fragmentos são suficientes para causar irritação nos olhos, mesmo sendo muito pequenos. Esse contato pode acontecer de formas diferentes, o que também difere na proporção da irritação. Esteticamente, os olhos são parte importantes de nossas faces e além disso, merecem cuidados especiais, uma vez que eles também dão direção ao nosso mundo. O contato com objetos ou ciscos pode comprometer o globo ocular e formar lesões imensamente desagradáveis visualmente e até comprometer a visão.

A maneira mais prática de retirar o cisco dos olhos

tirar-cisco-no-olhoO primeiro passo para a retirada de um cisco do olho, é localizá-lo. Identificando-o na parte inferior, é mais fácil você conseguir removê-lo utilizando um cotonete ou um lenço bem limpo. Encoste com cuidado e retire sem dor o cisco que está incomodando nos olhos. É comum que caiam fios do próprio cílio nos olhos.  Se você perceber que a dor nos olhos está maior que o normal, você deve procurar um médico, mas precisamente, um oftalmologista para saber o motivo da dor nos olhos.

Após a retirada do cisco, você pode seguir por algum tempo, sentido um leve desconforto, mas o tempo de ardência somente ocorre, se o cisco provocar irritação no olhos, ou seja, isso varia de tipo de cisco e a forma como entrou. É aconselhável que você mantenha os olhos fechados por alguns minutos após a retirada para amenizar os sintomas  e se persistir, não resta outra alternativa a não ser procurar um médico.

Quando o cisco no olho é caso de emergência médica?

cisco-no-olhoEm maior parte dos casos, a própria pessoa consegue remover o cisco dos olhos, mas em alguns casos o médico é a única opção. São elas:

  • Quando o cisco está preso nos olhos, seja na parte branca ou não;
  • Quando o cisco entra de forma acidental, principalmente se ocorrem perfurações;
  • Quando o material que está no seu olho, apresenta risco como: estilhaços de metal, vidro, farpas de madeira e até insetos;
  • Quando após retirar, você ainda seguir sentindo ardência e outros tipos de incômodos;
  • Se o olho permanecer irritado, principalmente se você faz o uso de lentes de contato.

Uma dica importante é: Ao perceber que há algo em seu olho, evite esfregar ou coçar. Isso pode irritar ainda mais o globo ocular e te expor ao risco de infecções.

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.