Remedios Para

Conheça as Contra indicações da IVERMECTINA e as consequências da superdosagem desse medicamento

ivermectinaA ivermectina é uma substância vermífuga e antiparasitária, utilizada no combate de verminoses. Sua atuação elimina e paralisa diferentes tipos de vermes, responsáveis por causar doenças parasitárias. Essas doenças infecciosas são causadas por diversos tipos de parasitas, como os protozoários, metazoário, vermes ou insetos.

A ivermectina é recomendada para o combate das seguintes doenças:

  • Estrongiloidíase Intestinal: Esta doença é causada pelo parasita Strongyloidesstercoralis;
  • Inocercose: Esta doença é ocasionada pela presença do parasita Onchocercavolvulus no organismo;
  • Filariose ou Elefantíase: Esta doença é provocada pelo parasita Wuchereriabancrofti;
  • Ascaridíase ou Lombriga: Esta doença é ocasionada pelo parasita Ascaris Lumbricoides;
  • Aecabiose ou Sarna: Esta doença é provocada pelo ácaro Sarcoptesscabiei;
  • Pediculose: Esta doença é ocasionada pelo ácaro Pediculushumanus Capits.

 

Como tomar Ivermectina?

como-tomar-ivermectina

Normalmente a ivermectina é encontrada no formato de comprimidos, e basta ser ingerida a quantidade recomendada uma única vez para retirar os parasitas ou vermes do organismo. Contudo, após o uso da ivermectina, exames de fezes e avaliações clínicas devem ser realizados para confirmar a completa eliminação dos parasitas. Para ingestão da ivermectina, a bebida mais recomendada é a água, contudo não há restrição do seu consumo em conjunto com qualquer outra bebida não alcoólica.

Para o tratamento da Estrongiloidíase, Filariose, Escabiose, Ascaridíase ou Pediculose é recomendada uma dosagem de aproximadamente 200 mcg de ivermectina por Kg de peso corporal do indivíduo. Confira a relação abaixo de Kg versus comprimido para se orientar melhor em relação à aplicação da dosagem correta:

  • Peso corporal de 15 a 24 kg -> ½ comprimido de ivermectina;
  • Peso corporal de 25 a 35 kg -> 1 comprimido de ivermectina;
  • Peso corporal de 35 a 50kg -> 1 ½ comprimidos de ivermectina;
  • Peso corporal de 51kg a 65kg -> 2 comprimidos de ivermectina;
  • Peso corporal de 66kg a 79 kg -> 2 ½ comprimidos de ivermectina;
  • Peso corporal de mais de 80 kg -> 200mcg/kg.

remédios-para-vermeConforme citado acima, após o uso da dosagem única da ivermectina, é recomendado que o indivíduo submeta-se a exames de fezes e avaliações clínicas para acompanhar e certificar-se de que houve a eliminação total dos parasitas ou vermes. Além disso, para todos os casos é indicado o acompanhamento médico.

Para o tratamento de oncocercose, recomenda-se uma dosagem de ivermectina de aproximadamente 150 mcg por Kg de peso corporal. Ainda, após um intervalo de três meses é indicada uma segunda dosagem do medicamento, pois a ivermectina não elimina os parasitas onchocerca adultos. Confira a relação abaixo de Kg versus comprimido para se orientar melhor em relação à aplicação da dosagem correta:

  • Peso corporal de 15 a 25 kg -> ½ comprimido de ivermectina;
  • Peso corporal de 26 a 44 k -> 1 comprimido de ivermectina;
  • Peso corporal de 45 a 64 kg -> 1 ½ comprimidos de ivermectina;
  • Peso corporal de 65 a 84 kg -> 2 comprimidos de ivermectina;
  • Peso corporal acima de 85 kg -> 150 mcg/kg.

 

Contraindicações e Superdosagem do Medicamento

Porque-usar-ivermectinaA ivermectina é contraindica para:

  • Pacientes com meningite,
  • Afecções do sistema nervoso
  • Pessoa alérgica a qualquer um dos componentes de sua fórmula.
  • Crianças menores de cinco anos
  • Lactantes que estejam amamentando também não devem fazer uso do medicamento sem a devida orientação médica.

O consumo de ivermectina pode provocar diversas reações aos pacientes, normalmente de natureza leve e transitórias. Entre as reações mais comuns, podemos destacar náuseas, vômitos, diarreias, indisposição, dores abdominais, falta de apetite e constipação, além de sonolência, tonturas, tremores e vertigens.

Para finalizar, caso ocorra a ingestão excessiva ou intoxicação acidental por ivermectina, procure imediatamente por assistência médica.

náuseasA ingestão em excesso pode provocar diversos efeitos indesejados ao organismo, tais como:

  • Tonturas,
  • Dor de cabeça,
  • Vômitos,
  • Náuseas,
  • Diarreia,
  • Dores abdominais,
  • Convulsões
  • Alterações na sensibilidade.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.