Sintomas

Conheça os diferentes tipos de Dengue e previna-se

Está chegando o calor, e com ele aumentam os números dos casos de Dengue em todo o país, isso acontece, porque no verão chegam as chuvas e o acúmulo de água parada é o maior meio de reprodução do mosquito transmissor.

dengue-hemorrágicaOs casos de dengue vêm aumentando a cada ano, e como sabemos, o mosquito transmissor, é também transmissor de outras doenças, inclusive a dengue, que possui tipos e gravidades diferentes. Quer entender mais sobre o assunto? Então acompanhe este artigo e passe um verão prevenido dessas doenças!

Na maioria dos casos a pessoa infectada não apresenta sintomas da dengue, ou combate ao vírus sem nem saber que ele está em seu corpo. A dengue ela pode se manifestar em alguns tipos:

  • Na forma clássica,
  • Dengue hemorrágica 
  • Síndrome do choque da dengue.
  1. Dengue-clássicaA dengue clássica  – Em sua primeira manifestação, o primeiro sintoma da dengue clássica é a febre alta (39° a 40°), que não cessa e repete por várias vezes. A febre vem associada à dor de cabeça, prostração, dores musculares, dores nas juntas, dor atrás dos olhos, vermelhidão no corpo e coceira, indisposição, enjoo, vômito, manchas e erupções na pele e pelo corpo todo. Normalmente com coceira, tontura, perda de apetite e paladar, o paciente  pode sofrer com estes sintomas por um período de 3 a 7 dias, quando a temperatura começa a cair e os sintomas geralmente regridem, mas podem persistir, os quadros de prostração e fraqueza durante algumas semanas. A Dengue clássica em crianças, os sintomas iniciais também são: Febre alta acompanhada  de apatia, sonolência, recusa da alimentação, vômito e diarreia.
  2. Sintomas-da-dengueA dengue hemorrágica – Acontece quando a pessoa infectada com a dengue, sofre alterações na coagulação sanguínea, se não for tratada com rapidez pode levar a morte. As manifestações inicias da dengue hemorrágica são a mesmas de forma clássica, entretanto depois do terceiro dia, quando a febre começa de ceder. No geral a dengue hemorrágica é mais comum quando a pessoa está sendo infectada pela segunda ou terceira vez. Os sinais de alertas são dores abdominais fortes e contínuas, vômitos persistentes, pele pálida, fria e úmida, sangramento nasal, gengival, vaginal, rompimento dos vasos superficiais da pele, manchas vermelhas na pele, comportamento variando de sonolência à agitação, confusão mental, sede excessiva e boca seca, dificuldade respiratória, queda da pressão arterial, pulso rápido, em caso mais raros podem ocorrer sangramentos nos aparelhos digestivos e nas vias urinárias.
  3. choque-da-dengueA síndrome de choque da dengue  – É a complicação mais séria da dengue, se caracterizando por uma grande queda ou ausência de pressão arterial, acompanhado de inquietação, palidez e perda da consciência. A dengue é associada também com um potencial de riscos que é evidenciado por uma das seguintes complicações:
  • principais-sintomas-da-dengueAlterações neurológicas (delírio, sonolência, depressão, coma, irritabilidade extrema, psicose, demência, amnésia),
  • Sintomas cardiorrespiratórios,
  • Insuficiência hepática,
  • Hemorragia digestiva,
  • Derrame pleural.

As manifestações neurológicas geralmente, surgem no final do período febril ou na convalescença. A dengue não é transmitida de pessoa para pessoa, a transmissão se dá pelo mosquito que após um período de 10 a 14 dias contados depois de picar alguém contaminado.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.