Remedios

Dicas para evitar parasitas – Secnidazol, veja para que serve!

SecnidazolO Secnidazol é um medicamento indicado para o tratamento de vermes como amebas e para os casos de giardíase. Ele é também recomendado para a prevenção de outras doenças causadas por parasitas.

O uso de Secnidazol não é novidade, uma vez que é comum o caso de vermes em humanos. Vermes que causam desconfortos e mal-estar em qualquer idade.

Para que serve o Secnidazol

Como outros medicamentos para o tratamento de vermes, o Secnidazol é utilizado para combater os vermes e parasitas que se alojam em nosso corpo. Ele age alterando o DNA dos parasitas, eliminando a sua hospedagem no organismo. Conheça as principais doenças para quais se usa esse medicamento:

amebíase

  • Amebas que alojam-se no intestino ou no fígado (Amebíase intestinal ou Amebíase hepática)
  • Giardíase – Doença originada do protozoário Giardia Lamblia
  • Tricomoníase – Doença originada do protozoário Trichomonas Vaginalis, transmitida através das relações sexuais (DST)

Essas são algumas das doenças que podem ser tratadas com o Secnidazol, que é um medicamento exclusivo para o tratamento antiparasitário. Antes de fazer o uso desse medicamento, é importante a recomendação e o conhecimento de um médico. Para maiores conhecimentos antes do uso, é importante também ler a bula.

Onde encontrar?

O Secnidazol pode ser encontrado em farmácias, contudo, você pode encontra-lo em versões com a fórmula idêntica, porém com nomes diferentes. O preço desse medicamento pode variar entre R$ 13,00 e R$ 25,00 de acordo com o fabricante. Também pode ser encontrado em forma de comprimidos ou em forma líquida. Possíveis nomes no mercado:

  • secnidazol-para-vermesDeprozol
  • Secnaxidol
  • Secnizol
  • Secni-Plus
  • Secnidal

Como tomar esse medicamento

As formas de ingestão do medicamento varia de acordo com cada caso, sendo levadas em consideração, a necessidade, a idade e a causa.

No caso de pessoas adultas, o uso deve ser feito, tomando uma única vez por dia, se o comprimido é de 1 mg. Se a causa é amebíase deve-se tomar os dois comprimidos ao mesmo tempo. O mesmo é válido para os tratamentos da giardíase ou Tricomoníase. Vale lembrar que a dosagem correta será indicada pelo seu médico.

Para o tratamento da Tricomoníase, deve-se as duas pessoas fazer o tratamento. Se a doença é sexualmente transmissível, é imprescindível que o parceiro também faça corretamente o tratamento.

Para o tratamento de amebíase hepática (amebas no fígado), deve-se tomar no máximo 2 mg do medicamento diariamente durante 7 dias.

Efeitos colaterais

Embora possa não acontecer, há casos de efeitos colaterais na maioria dos medicamentos. Então conheça os efeitos colaterais que o Secnidazol pode causar:

  • Náuseanáuseass
  • Tonturas
  • Enjoo
  • Febres
  • Dor no estômago
  • Redução das células brancas
  • Alteração do paladar
  • Pequenas lesões na pele
  • Feridas ou inflamações na boca ou na língua

Fazer o uso de Secnidazol, associado a outros medicamentos também requer atenção, porque essa associação pode gerar outros sintomas e efeitos colaterais na pessoa. Os medicamentos utilizados para o tratamento do alcoolismo, é um exemplo de medicamento que associado ao Secnidazol, pode causar reações como delírios e confusões mentais no paciente.

Evitar o uso de álcool é recomendável em qualquer tratamento. Essa associação além de causar graves efeitos colaterais, pode interferir no resultado do tratamento.

Pacientes que fazem o uso de anticoagulantes, também devem passar essa informação ao médico, antes do consumo do Secnidazol, isso evitará que você diminua o trabalho metabólico do fígado.

Contra indicações

Algumas pessoas devem dobrar a atenção, antes de iniciar o uso do Secnidazol. São elas:

suspeita-de-gravidez

  • Mulheres grávidas até o terceiro mês, ou com suspeita de gravidez;
  • Lactantes
  • Pacientes com históricos de convulsões
  • Pessoas que tenham resistência à algum dos componentes da fórmula

Como evitar os parasitas?

Hábitos comuns de higiene e alguns cuidados nos ajudam a prevenir o alojamento dos parasitas em nosso corpo:

lavar-as-mãos

  • Lavar bem as mãos antes de se alimentar, ao chegar da rua, e ao usar o banheiro;
  • Tomar água limpa e filtrada (podendo ser fervida, caso seja da torneira)
  • Manter as unhas limpas e cortadas;
  • Prefira alimentos cozidos
  • Evite o contato direto com água parada e empoçada
  • Armazenar os alimentos de forma que nenhum inseto os alcance;
  • Evitar andar descalço;
  • Lavar frutas e verduras com muito cuidado antes de consumi-los.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.