Dor de

Dor nos seios – O que é?

Dor nos seios é um tipo de dor comum em mulheres que estão passando por alterações hormonais. Pelo menos 70%das mulheres no Brasil já sentiram a dor pelo menos uma vez. A dor nos seios pode ser acompanhada de inchaço em alguns casos e várias são as causas, dentre elas:

  • Tensão Pré-Menstrual (TPM)
  • Menopausa
  • Ciclo Menstrual

auto-exame-das-mamasCom o aumento da quantidade dos casos de câncer de mama, tornou-se muito comum notarmos mulheres preocupadas com a doença quando sentem algum tipo de dor nos seios. Esta preocupação é extremamente correta, afinal é fundamental estar consciente sobre as possíveis causas deste tipo de dor. Mas a boa notícia é que na maioria das vezes a dor não esta relacionado ao desenvolvimento do câncer.

Dor nos seios pode representar doença grave como a mastite no período de amamentação, ou mesmo a presença de cistos e por último o câncer de mama, que em geral é silencioso e apresenta sinais muito sutis.

Em qualquer momento da vida a mulher pode ser acometida pela dor nos seios. Leia o artigo abaixo para saber quais são os principais tipos de dores nos seios e como fazer para evitá-las.

CAUSAS DA DOR NOS SEIOS

causas-de-dor-nos-seiosComo já dito, a Dor nos seios pode aparecer por diferentes razões, mas Dor nos seios o que pode ser? Como ela acontece? E quais são as principais causas?

  • A qualquer momento da vida pode acontecer a dor nos seios, sendo muito comum na puberdade em meninas entre os 10 e 14 anos de idade. É quando os seis estão começando a se desenvolver. A dor pode ser mais em uma mama que na outras, em ambas ou em apenas uma delas. Neste caso não há um tratamento específico e a dor é suportável e absolutamente normal. Pode incomodar para dormir e a sensação que se tem é de um grão de feijão nesta parte e o mesmo vai ganhando tamanho e a dor vai desaparecendo, ainda que os seios são sensíveis a dor. Sutiãs confortáveis é a solução.
  • Outra causa comum é a TPM – Alguns dias antes de menstruar muitas mulheres sofrem com os sintomas da TPM e dentre estes sintomas está a dor nas mamas. Essa dor não representa nenhuma gravidade e é considerada normal, desde que não ultrapasse os 5 ou 6 dias e não abranja outras regiões como braços e axilas. A dor causa desconforto todos os meses nos dias que antecipam o cicli menstrual. O uso da pílula anticoncepcional é indicado para aliviar a dor nos seios e outros sintomas da TPM, mas não inicie o uso de anticoncepcionais sem antes consultar o seu ginecologista.
  • Gravidez – Um dos 10 primeiros sinais da Gravidez é a dor nos seios. Dor no bico dos seios durante a gestação é também normal. O que acontece é que os seios ficam ainda mais sensíveis neste período porque as glândulas mamárias entram em fase de crescimento para a produção do leite materno. As massagens e as compressas com água morna ajudam a aliviar neste caso.

DOR NOS SEIOS – PRINCIPAIS TIPOS mastite

Também conhecida como mastite, a dor nos seios possui diversos fatores que podem afetar a sensibilidade e, consequentemente, o aparecimento dos sintomas:

  • Tamanho dos seios: a dor nos seios pode ser provocada pelo tamanho das mamas e ainda pode se irradiar para o pescoço, ombro e costas;
  • Hormônios: a dor nos seios causada pelos hormônios reprodutivos e pelo ciclo menstrual é muito comum e não preocupante;
  • Os antidepressivos também são medicamentos que podem provocar dor nos seios;
  • Cirurgia: para mulheres que realizaram algum tipo de cirurgia nos seios, é provável que sinta dores até que haja a completa recuperação do local;
  • Cistos mamários: é a chamada doença fibrocística da mama, tratando-se de nódulos benignos que surgem por conta dos estímulos hormonais;
  • Nível de ácidos graxos desequilibrados: dentro das células das mamas, esse fator cria maior sensibilidade e dor;
  • Medicamentos: especialmente os hormonais, tais como as pílulas anticoncepcionais orais e também tratamentos para casos de infertilidade;
  • A gravidez também pode influenciar no desenvolvimento da dor nos seios, juntamente com a mastite (inflamação que aparece durante a lactação), porém a mesma dor também pode se apresentar em mulheres que não estão amamentando.

Por fim, caso os sintomas da dor permaneçam por tempo prolongado, faça o toque de mama e procure identificar por nódulos ou qualquer outro tipo de anomalia em seus seios. Também não deixe de procurar ajuda médica. Lembre, a saúde do seu corpo deve ser sempre considerada em primeiro lugar.

DOR NOS SEIOS – RELAÇÃO COM O CANCER DE MAMA

seios-doloridosRaramente a dor nos seios possui relação com o câncer de mama. Logo, tanto as dores como o aparecimento de cistos benignos não são sinais do carcinoma e não significa que você está desenvolvendo a doença.

A dor nos seios esta mais relacionada com doenças benignas do que com o câncer de mama, logo não gaste seu tempo se preocupando sem motivo. Mas também não deixe de se cuidar, caso a dor nos seios permaneça por um longo período de tempo, consulte seu médico. Ele poderá realizar uma avaliação e identificar o tratamento mais adequado para o seu caso.

Quando se preocupar? Quando a dor nos seios pode estar relacionada ao câncer? em maior parte dos casos, o tumor malígno não é acompanhado de dor e sim de sinais como a saída de secreções do mamilo ou depressões no formato. Não podemos generalizar, uma vez que a dor pode surgir por outros motivos e o paciente também ter o tumor em desenvolvimento. Devem estar alertas, mulheres com antecedente familiar que tiveram a doença. A solução é prevenir Estar em dia com as consultas ginecológicas e se necessário. submerter-se a exames de mamografia.

DOR NOS SEIOS – COMO PREVENIR

dor-nos-seiosIndependentemente das causa da dor nos seios, pode-se evita-la com algumas ações bem simples, pois na maioria das vezes, estão relacionadas com o estilo de vida de cada mulher. Abaixo serão apresentadas algumas ações que podem ajudar você a se prevenir das dores nos seios:

  • Nunca use sutiãs que deixem os seios muito apertados;
  • Evite a cafeína caso você perceba que isso pode agravar a dor;
  • Procure manter um peso adequado;
  • Sutiãs esportivos são recomendados durante os exercícios físicos;
  • Alimente-se de forma saudável, evitando as gorduras e os carboidratos simples.

DOR NOS SEIOS – COMO COMBATER

dor-nas-mamasO tratamento da dor nos seios poderá variar dependendo da causa diagnosticada pelo médico, porém na maioria dos casos, são recomendados medicamentos facilmente encontrados nas redes de farmácia, sendo possível perceber que alguns desses medicamentos são prescritos pela maioria dos profissionais de saúde para controlar a dor nos seios, especialmente quando a dor não esta relacionada ao ciclo menstrual:

  • Dipirona;
  • Ibuprofeno;

Por fim, fique sempre atenta aos sinais e alertas do seu corpo, pois a saúde deve ser considerada sempre em primeiro lugar. Evite iniciar o uso de qualquer medicação sem antes consultar o seu médico. Fazer uso de medicamentos sem recomendação médica poderá trazer inúmeras complicações para sua saúde.

Soluções Caseiras para aliviar a Dor nos seios

exame-de-mamografiaO que pode ser dor nos seios? A dor nos seios pode representar que o seu corpo está passando por alterações hormonais, cujas causas podem ser várias: Gravidez, Menopausa, Menstruação, o início ou troca da pílula anticoncepcional, que são as causas mais comuns. Em casos mais graves a dor pode representar mastite, cistos e até o câncer de mama.

A boa notícia é que para as causas ormais da Dor no seio, algumas soluções caseiras podem ajudar a aliviar os sintomas. por exemplo:

  • Usar roupas e sutiãs confortáveis,
  • Evitar dormir de sutiã, principalmente os que possuem aros;
  • Compressa com água morna algumas vezes ao dia;
  • Massage, durante o banho.

No geral. as dores no seios por questões hormonais, não ultrapassam 7 dias, assim sendo, se você está sentindo o incômodo por mais de 15 dias, já se descarta a possibilidade de ser menopausa ou menstruação. Você então deve consultar o seu ginecologista e pedir para avaliar o seu caso e se necessário, indicar algum medicamento para a dor nas mamas.

Dores relacionadas

  • Dor entre os seios – A dor entre os seios é uma questão muito diferente de tudo que vimos até aqui e não está relacionada a hormônios nem a menopausa e gravidez. Contudo, pode ter representação de forte comprometimento com a nossa saúde, podendo ser sinais do infarto. Isto, claro, se ela vem acompanhada de sintomas como o formigamento dos braços, enjoo e palidez. Excesso de gases, gastrite e costocondrite são doenças mais brancas, não menos sérias, que a dor entre os seios pode representar. Pancadas fortes nesta região também causam a dor.
  • Dor embaixo dos seios – Este tipo de dor deve ser avaliado por seu médico, mas no geral não representa nenhuma doença grave e que comprometa a sua saúde.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.