Doenças

Fototerapia – Tratamento eficaz para Psoríase

A psoríase é uma doença de pele em que se apresenta a descamação e inflamação da mesma. Em condições normais, a nossa pele se renova produzindo células em um processo que dura cerca de um mês. No entanto, aqueles que sofrem de psoríase atravessam este processo de renovação celular de forma muito mais rápida (acontecendo em questão de dias). Devido a isso as células mortas se acumulam na superfície, causando descamação e outros sintomas, como coceira e inflamação. A terapia de luz é uma alternativa que pode ajudar a combater a psoríase. Conheça alguns tipos de terapia que são utilizadas para tratar a doença:

fototerapia

  • Terapia de luz, uma terapia acessível
  • Terapia de luz: tipos de Fototerapias
  • Luz ultravioleta B (UVB)
  • Luz solar
  • Luz Ultravioleta A (UVA).
  • Tratamento a laser

Terapia de luz contra a Psoríase, uma terapia acessível

Dependendo das necessidades do paciente, a fototerapia pode ser aplicada em casa ou em uma clínica, no entanto, deve o paciente estar ciente que o tratamento requer conhecimento para poder observar os seus benefícios. É possível duas sessões não sejam suficientes para solucionar o problema, havendo a necessidade de serem aplicadas a várias sessões com a constância recomendada por seu médico.

Para fazer corretamente a fototerapia em casa, deve-se adquirir o equipamento especializado para o qual em alguns lugares, pode ser necessário ter receita médica. Para aplicar a fototerapia em casa será importante seguir as indicações do especialista e, além disso, fazer uma avaliação dos resultados, ou seja, consultas regulares com um médico especializado, no caso um dermatologista.

Tipos de Fototerapias

É conhecida como fototerapia, ou terapia de luz para o uso de luz ultravioleta para obter efeitos benéficos em nosso organismo. Existem vários tipos de terapias de luz, as mesmas que podem surtir efeitos diferente sobre doenças como a psoríase.

Luz ultravioleta B (UVB)

Está presente na luz natural do sol, e pode ser utilizada para combater a psoríase. A luz UVB ajuda a retardar o crescimento das células da pele que se envolvem na psoríase. Existem dois tipos diferentes de terapia de luz ultravioleta B:

terapia-luz-ultravioleta

  1. Terapia de banda larga
  2. Terapia de banda estreita.

Terapia de Banda larga – Tendem a ser menos eficazes do que as de banda estreita, o intervalo de comprimento de onda UV é maior do que as de banda estreita, o que é menos específica. Terapia de Banda estreita – São mais específicas, já que liberam um leque mais estreito de luz ultravioleta que gera efeitos benéficos mais rápido e, além disso, o paciente tem menos vermelhidão e requer menos sessões.

Importante! É possível que a aplicação de luz UVB possa piorar os sintomas como a vermelhidão e a coceira, de forma temporária. Neste caso, aconselha-se reduzir o tempo de aplicação e exposição à luz UVB. Além disso, este tipo de fototerapia pode ser combinada com outras opções de tratamento, como cremes e pomadas destinados ao tratamento de psoríase, no entanto, deve-se consultar um especialista, uma vez que alguns desses produtos podem aumentar a sensibilidade da pele, dando efeito negativo aos resultados da fototerapia.

Luz Solar Natural

luz-natural-do-solOs raios UVB também são encontrados na luz solar, por isso é possível usar o sol a seu favor contra a psoríase. Recomenda-se expor as áreas afetadas ao sol cerca de 10 minutos durante o meio-dia e a cada semana aumentar meio minuto, até atingir 20 minutos de exposição ao sol diariamente. Deve-se é claro, ter precauções com a fototerapia de luz solar, deve-se evitar a exposição excessiva ao sol, já que pode desencadear queimaduras solares. É importante respeitar a tolerância de nossa pele à luz do sol, se a sua pele é muito sensível, você deve usar protetor solar.

No caso de você utilizar esta opção de fototerapia, você deve considerar que algumas pomadas e medicamentos tópicos podem causar a sensibilidade a este tipo de fototerapia. Por isso é aconselhável consultar um médico antes, além disso, você deve se lembrar que é possível que sejam necessárias várias semanas de exposição solar para notar melhora.

Luz Ultravioleta A (UVA).

terapia-de-luzOs raios ultravioleta A ou UVA também se encontram presentes nos raios solares, no entanto, ao contrário dos raios UVB, UVA não têm a mesma eficácia, por si só, por isto devem ser utilizados juntamente com psoraleno, substância que melhora a eficácia deste tipo de fototerapia. Este tipo de fototerapia é chamado de PUVA, o que ajuda a reduzir a rapidez com que as células da pele se regenerar. Desta forma, se combatem os sintomas da psoríase.

Esta terapia que combina tanto os raios ultravioleta como o psoraleno não está isenta de efeitos colaterais, entre os quais podemos citar, vermelhidão da pele, náuseas e coceira, além disso, o tratamento PUVA deverá ser executado de pé, o que faz se tornar normal, que as pernas inchem por você se manter de pé durante as sessões.

Tratamento a laser

footerapia-com-laserUm tipo de laser, que é usado atualmente para tratar as placas de psoríase, o tratamento que foi encontrado eficaz em muitos dos casos. É possível que sejam necessárias várias sessões antes de apreciar resultados positivos, e as sessões devem ter uma diferença de, pelo menos, 48 horas entre uma e outra, caso contrário, pode ser irritante.

A resposta individual ao tratamento varia, mas, pode durar uma média de 4 a 10 sessões para ver os resultados, dependendo do caso particular. Recomenda-se que o paciente faça o tratamento duas vezes por semana.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.