Sintomas

Gordura no fígado – Quais são os principais sintomas?

sintomas-de-fígado-gordoUm estilo de vida pouco saudável, o excesso de peso, ou uma alimentação inadequada são, sem dúvida, fatores diretos que causam o temido fígado gorduroso. Os especialistas nos dizem que a gordura no fígado é uma das patologias mais frequentes hoje em dia, mas ainda assim, pode-se dizer que é uma doença reversível. Isto é, através de orientações determinadas podemos eliminar esse excesso de gordura no fígado. Vamos falar hoje sobre isso. Vejamos o que costuma causar, quais são os principais sintomas, para poder agir o quanto antes. E lembre-se, diante de qualquer dúvida, diante de qualquer incômodo, não hesite em recorrer ao seu médico. A sua saúde deve estar sempre em primeiro lugar!

O que é a gordura no fígado e o que ela provoca?

consequencias-da-gordura-no-fígadoEm termos médicos, conhece-se a gordura no fígado como “progressiva, dado que pequenas hepática”. Devemos dizer, em primeiro lugar, que é uma doença benigna; no entanto, se não tratada adequadamente, pode levar a doenças mais sérias a longo prazo. O que acontece, a longo prazo, em nosso fígado são armazenados os ácidos graxos e triglicérides, que fazem com que este órgão vital para o nosso organismo, fique doente, de modo que já não realiza suas funções de metabolização e depuração de substâncias tóxicas com a mesma eficiência de antes.

Você deve saber também que, quando há um excesso de gordura no fígado, este sofre pequenas feridas constantes. Aparecem cicatrizes, pequenas lesões permanentes, que são conhecidos também como “cirrose“. É importante estar ciente disso.

Os médicos indicam-nos que, em geral, todos temos que ter um pouco de gordura no fígado, mas no momento em que esta gordura, excede 10%, consideramos que estamos sofrendo uma progressiva, e por isso, vai notar em nosso sangue, que haverá um pequeno excesso de elementos nocivos que o fígado não foi capaz de processar de modo correto. Sem contar, é claro, com os consequentes problemas de fígado, como o inchaço, mal-estar…

O que causa o fígado gordo?

consumo-de-álcoolMuita gente associa de imediato o fígado gordo a problemas com o álcool ou a hábitos de vida pouco nocivos. Não é bem verdade. Existem mais fatores que podem provocar a gordura no fígado, e que devem ser levadas em conta:

  • Problemas de excesso de peso ou obesidade. A partir dos 50 anos, o risco de ter um excesso de gordura no fígado é mais provável, tudo isso devido a uma má alimentação mantida durante toda a vida.
  • O uso continuado de certos medicamentos também pode causar este problema. Um exemplo? Os anti-inflamatórios, analgésicos, como a aspirina, o tamoxifeno e, até mesmo, os esteróides.
  • Devemos também ter muito cuidado com os triglicerídeos. Não tratar adequadamente o colesterol ruim, a longo prazo, pode resultar em excesso de gordura no fígado.
  • O diabetes tipo 2 também é uma causa que devemos ter em conta.

Como posso saber se tenho gordura no fígado?

gordura-no-fígadoExistem vários sintomas que, de algum modo, podem ser confundidos com outras doenças. No entanto, o fundamental é que você tenha vários destes indicadores durante algumas semanas. Se em algum momento, você sentir que não é capaz de levar uma vida normal, e que estes sintomas não se permitem comer normalmente ou levar o seu ritmo de trabalho atual, dirija-se ao seu médico. Tome nota e fique atento à alguns sintomas:

O cansaço

cansaçoUm dos indicadores mais marcantes de que as pessoas que têm o fígado doente ou um excesso de gordura nas células hepáticas, é que elas apresentam um cansaço muito grave -Se especialmente pela manhã. Levantar-se, equilibra-se e encontrar forças para começar o dia. O esgotamento também é muito comum logo após as refeições.

O mal-estar

Quando há um excesso de gordura no fígado, este tende a inflamar-se e aumentar de tamanho. O abdômen se machuca e notamos um incômodo muito característico debaixo das costelas, que irradia para a área das costas. É uma pressão que pode se transformar em uma espécie de “dor quente“, como uma placa de queimadura.

Falta de apetite

O fígado gorduroso ocasiona, por sua vez, um mal-estar geral, que faz com que, pouco a pouco vamos perdendo o apetite. As digestões se tornam mais pesadas e até mesmo dolorosas, até que, no final, acabamos emagrecendo de uma forma muito significativa e perigosa.

O risco de cirrose

causas-de-gordura-no-fígadoComo já foi dito anteriormente, o sofrer de um excesso de gordura no fígado faz com que apareça uma série de lesões e cicatrizes que originam a cirrose. De não tratar-se, acaba surgindo a icterícia, ou seja, que a nossa pele, e até mesmo nossos olhos, tenham uma cor amarelada. Outro sintoma que você tem que levar em conta é o inchaço de nosso corpo, os pés, as pernas, o rosto… por que? Nosso fígado já não sintetiza adequadamente as proteínas. Há um défict, que se neutraliza com a acumulação de líquidos.

Em conclusão, a presença do excesso de gordura no fígado é um risco para a nossa saúde que, se não tratada adequadamente, pode causar problemas mais graves. Tenha em conhecimento estes sintomas e procure o quanto antes o seu médico.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.