Doenças

HIPERTENSÃO: TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER – CAUSAS, CUIDADOS E TRATAMENTOS

pressão-arterialSegundo o Ministério da Saúde, no Brasil existem cerca de 13 milhões de pessoas que sofrem de hipertensão arterial. Mas o que é hipertensão arterial? A hipertensão arterial, também conhecida como pressão alta, é uma doença crônica que afeta aproximadamente 30% da população mundial.

Um dos principais fatores quem vêm contribuindo para o aumento dos casos de hipertensão é o estilo de vida moderno. Estresse, maus hábitos alimentares, sedentarismo e obesidade, são exemplos de alguns fatores que provocam o aumento dos casos de hipertensão.

Um dos maiores problemas desta doença é a ausência de sintomas, ou seja: as pessoas que sofrem de hipertensão não sabem que tem a doença até que ela provoque lesões nos órgãos vitais, tais como o cérebro, coração ou rins.

De acordo com a OMS – Organização Mundial de Saúde, a pressão alta é uma das principais causadoras da insuficiência renal, infarto do miocárdio e AVC – Acidente Vascular Cerebral. Neste artigo esclareceremos como a hipertensão arterial se desenvolve, como realizar a prevenção, diagnosticar e tratar a doença.

 

COMO FUNCIONA A HIPERTENSÃO ARTERIAL

controle-da pressão

Comparando o coração e os vasos sanguíneos com uma torneira aberta com vários esguichos, o que aconteceria se as pontas desses esguichos fossem fechadas?  Simples, a pressão dentro da torneira aumentaria, pois existiriam obstruções que dificultariam a saída da água através dos esguichos. Da mesma forma acontece com o coração. Quando o coração bombeia o sangue, e os vasos sanguíneos estão estreitos, a pressão aumenta, podendo causar complicações sérias a diversos órgãos.

O cálculo regular da pressão sanguínea é o único meio para diagnosticar a HAS – Hipertensão Arterial Sistêmica, que é o nome científico da hipertensão. Quem tem pressão arterial acima de 14/9 (140 por 90 mmHg) é considerado hipertenso, porém é importante destacar que esses números podem variar de acordo com a idade ou determinada doenças que a pessoa possuir.

 

PRINCIPAIS CAUSAS

 

causas-da-hipertensãoNa maioria dos casos, cerca de 90%, não há causas definidas para a hipertensão, sendo a genética considerada o principal fator de risco para o desenvolvimento da doença.  Neste contexto, é importante destacar que essa predisposição genética ataca, de forma igualitária e preocupante, tanto os homens quanto as mulheres. Ainda, a Sociedade Brasileira de Hipertensão afirma que 01 (um) em cada 04 (quatro) adultos no Brasil é considerado hipertenso.

Por ser um fator genético, basta um parente próximo a você, como: mãe, pai ou avô apresentar pressão alta para que haja boas chances de você também ter a doença. Somente 5% a 10% dos casos são resultantes de outras doenças, tais como o hipotireoidismo, insuficiência renal, diabetes ou apneia do sono. Portanto é muito mais seguro prevenir a pressão alta do que se preocupar com as causas.

 

FATORES DE RISCO PARA A HIPERTENSÃO ARTERIAL

 

Não somente a hereditariedade, mas também outros fatores aumentam a probabilidade de uma pessoa ter pressão alta, conforme listados abaixo:

  • aferir-pressão-arterialIdade;
  • Excesso de bebidas alcoólicas;
  • Tabagismo;
  • Obesidade;
  • Estresse;
  • Excesso de sal e gordura nos alimentos;

 

MAUS HÁBITOS, UM CAMINHO PARA A HIPERTENSÃO

 

Contrário ao que muitos pensam, nem sempre uma pessoa nasce com a probabilidade de ter hipertensão. É possível adquirir a doença por conta da prática de hábitos de vida não saudáveis. Conforme citado acima, alimentos gordurosos, estresse, tabagismo, excessivo consumo de álcool e sedentarismo são fatores que contribuem para o entupimento dos vasos sanguíneos, duplicando o risco de contrair a doença. Juntos, esses fatores agravam os riscos do entupimento das veias, infarto e derrame cerebral, ocasionados pela pressão alta.

Lembre-se que sua saúde deve estar em primeiro lugar. Quanto mais cuidados você tomar com a qualidade da sua vida e da sua alimentação, menores serão as chances de desenvolver hipertensão.

 

SINTOMAS DA PRESSÃO ALTA

A ausência de sintomas é um dos principais problemas da hipertensão e por isso ela é chamada de “Assassina Silenciosa”. Por não apresentar sintomas durante anos, na maior parte das vezes, a pessoa não sabe que tem a doença, e somente descobre quando algum órgão vital é afetado.

Um cuidado que se dever tomar e também muito recomendado pelos profissionais de saúde, é fazer a medição da pressão regularmente, assim como realizar exames de sangue. Essa recomendação ajudará você a manter a pressão controlada e consequentemente, evitar danos à sua saúde.dor-no-peito

Porém após a manifestação da pressão alta, o corpo humano poderá apresentar alguns comportamentos indesejados, tais como:

Tontura Dores de Cabeça Fraqueza
Visão Embaçada Agitação Excesso de Transpiração
Zumbido no Ouvido Perda de Sangue pelo Nariz Dor no Peito

 

Mas é importante destacar que a ausência ou presença desses sintomas não são fatores determinantes da hipertensão. A pressão alta somente pode ser identificada com a medição por meio de aparelhos específicos, portanto procure seu médico regularmente e faça uma avaliação da saúde do seu corpo.

Valores de aferições abaixo de 12/8 (120/80 mmHg) indicam uma pressão arterial normal, porém valores iguais ou acima de 14/9 (140/90 mmHg) indicam um estado preocupante de hipertensão. Mas é importante ressaltar que estes números podem variar com a idade ou mesmo quando a pessoa é portadora de alguma doença. Diabéticos consideram dentro dos padrões uma pressão arterial igual ou menor a 13/8 (130/85 mmHg), já os pacientes renais crônicos consideram dentro dos padrões uma pressão arterial igual a 12/7 (120/75 mmHg).

 

COMO MEDIR A PRESSÃO

o-que-e-hipertensao

Mas o que é pressão arterial e como é realizada a sua medição? A pressão arterial nada mais é do que a pressão que o sangue exerce ao circular pelos vasos sanguíneos e, por sua vez, deve ser medida em milímetros de mercúrio (mmHg). A medida da pressão arterial por meio de aparelhos determinará alguns tipos de pressão do sangue, tais como:

  • pressão-altaSístole (medida máxima): é medida quando o coração contrai para jogar o sangue nos vasos sanguíneos;
  • Diastólica (medida mínima): é medida quando o coração relaxa e dilata ao receber o sangue;

O resultado do cálculo da pressão arterial é obtido através da divisão da pressão sistólica pela pressão diastólica, por exemplo: 12/8 (120/80 mmHg). É importante destacar que uma pessoa pode ter a pressão diastólica normal ao mesmo tempo em que possui a pressão sistólica acelerada. Esse diagnóstico pode ser obtido no momento em que é realizada a medição da pressão arterial.

Abaixo seguem alguns valores que indicam uma pressão arterial satisfatória:

  • 12/8 (120/80 mmHG) – Valor ótimo de pressão arterial;
  • 13/8 (130/85 mmHG) – Valor normal de pressão arterial;
  • 13/8 (130/80 mmHG) – Valor ideal de pressão arterial para pessoas com risco de doença renal ou diabetes.

Para garantir um resultado seguro durante a aferição da pressão arterial, é necessário respeitar as regras e procedimentos listados abaixo:

  • Posição sentada;
  • Ambiente calmo e relaxado;
  • Esvaziar a bexiga antes do procedimento;
  • Fazer um pequeno repouso de cinco a dez minutos antes do procedimento;
  • Não ingerir bebidas alcoólicas, café, alimentos ou mesmo fumar antes do procedimento;
  • Relaxar bem os braços;
  • Não falar durante o procedimento.

Só é possível afirmar que uma pessoa é hipertensa depois que sua pressão arterial apresentar por diversas vezes resultados iguais ou acima de 14/9 (140/90 mmHg). Isso porque a pressão arterial pode sofrer alteração em algumas situações, tais como estresse ou prática de exercício intenso. Por outro lado, pode ser um sinal de quadro crônico quando a pressão arterial apresentar um valor alto, mesmo quando a pessoa estiver relaxada.

 

TRATAMENTO DA PRESSÃO ALTA

 

A hipertensão não tem cura, mas deve ser controlada para evitar complicações. Logo é importante realizar a medição regularmente. Pessoas com diagnóstico de hipertensão devem realizar a medição da pressão arterial no mínimo uma vez ao mês e consulta médica de seis em seis meses para verificar a medição.

tratamento-para-hipertensãoPara tratar a hipertensão, além do uso de drogas anti-hipertensivas, deve-se adotar um novo estilo de vida, com uma dieta equilibrada e prática de atividades físicas. Aderir ao tratamento e adotar hábitos saudáveis são os melhores remédios para os hipertensos.

Alguns dos remédios utilizados no tratamento da hipertensão são inibidores da angiotensina, diuréticos, inibidores do canal de cálcio, vaso dilatadores e outros, como:

  • Propranolo;
  • Felodipina;
  • Hidroclorotiazida;

É importante ressaltar que muitos desses remédios causam efeitos colaterais severos e indesejados, e necessitam ser estritamente recomendados por um médico.

 

PREVENÇÃO DA HIPERTENSÃO

 

Contra a hipertensão, a melhor prevenção é ter uma vida saudável. Isso também vale para o hipertenso. Sedentarismo, obesidade, consumo excessivo de álcool e maus hábitos alimentares são os fatores responsáveis por 90% dos casos de hipertensão. Lembre-se: o quanto antes for adotada uma vida saudável melhor, e isso inclui:

  • exercícios-físicosRedução do peso corporal e manutenção do peso ideal;
  • Prática regular de exercícios físicos, pelo menos 30 minutos diários;
  • Eliminar a obesidade;
  • Mais atenção ao lazer para prevenir o estresse;
  • Redução do consumo de álcool;
  • Adoção de novos hábitos de vida;
  • Eliminar o cigarro;
  • Maior consumo de frutas e vegetais;
  • Dieta equilibrada com redução de gorduras e sal e açúcar.

Existe um fato: quem sofre de hipertensão irá conviver com essa doença a vida toda, e por este motivo deverá controlar regularmente a pressão arterial. Mas isso não é algo tão preocupante quanto se pensa, uma vez que 90% dos indivíduos hipertensos apresentam um quadro leve e de fácil controle. Mantenha uma rotina de consultas, siga as recomendações do seu médico e use os medicamentos adequadamente.

Lembre-se: Sua saúde deve estar sempre em primeiro lugar. É você quem controla a sua pressão arterial e também a qualidade da sua vida.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.