Doenças Dor de Remedios Para Sintomas

Pedra nos rins: Causas, sintomas e tratamento

Os cálculos renais, que mais conhecemos como pedra nos rins é um tipo de resíduos que se formam no canal urinário, podendo ou não serem eliminados através da urina, sem nenhuma dor. Contudo, esta massa, quando acumulada e mais consistente, forma pedras maiores que tendem a ficarem presas no canal da bexiga e então te leva a sentir muita dor e desconforto. O tempo de formação das pedras pode variar de acordo com cada caso.

cálculos-renaisComo sabemos, os rins são órgãos responsáveis por filtrar o sangue, retendo ácido úrico, água, oxalato e cálcio, e aí se forma a urina. Quando reunidas todas as substâncias e não há uma quantidade suficiente de água, eles se juntam e começam a formar os cálculos, se tornando mais rígidos. Isso acontece devido à impossibilidade de dissolução, consequentemente, o paciente sofrerá as consequências das pedras nos rins.

O tamanho das pedras nos rins pode variar ente 1 e 10 cm em média. Quando até 1 cm, o cálculo renal pode ser eliminado pelo canal da urina com pouca dor e em alguns casos sem dor alguma. Maiores, eles necessitam um tratamento bastante rigoroso para que não comprometam a saúde do órgão.

Principais causas das Pedras nos Rins

Para falar das principais causas, precisamos lembrar que no geral, os cálculos renais são resultados do acúmulo de cálcio, ou seja, os cálculos de cálcio são os mais comuns. Isto acontece em pessoas que têm maior facilidade de absorção do mineral pelo intestino, absorvendo-o em excesso.

Podemos também dizer que existe a possibilidade de formação de cálcio pelo excesso de ácido úrico ou de oxalato. Outra possibilidade são as pedras cistinas, de origem hereditária, contudo, este é um tipo mais raro, assim menos comum.

As pedras nos rins são menos comum em mulheres, quando ela ocorre, a chamada pedra “estrutiva” se origina de infecções urinárias que alteram o PH urinário, facilitando a junção do magnésio ao fósforo e à amônia.

Em resumo, o consumo ineficiente de água, a obesidade e o consumo excessivo de sal, são fatores que favorecem as possibilidades de uma pessoa sofrer com as pedras nos rins.

Como identificar os sintomas das pedras nos rins

tratamento-para-pedras-nos-rinsQuando pequenas, as pedras nos rins não são acompanhadas de sintomas, mas elas podem ser identificadas em exames de rotina. Então uma vez por ano é ideal que você faça esses exames. Quando acompanhadas de sintomas, os principais incômodos são:

  • Febre;
  • Náuseas;
  • Vômito;
  • Dor na virilha podendo estender até as costas;
  • Urina com cor mais forte, puxada para rosa ou marrom;
  • Dores fortes na parte inferior das costas, neste caso pode até limitar os movimentos.

Quando há quadros de dor originada de pedra nos rins, no geral é necessário buscar ajuda médica, pois as dores são realmente muito fortes e intensas, mas isso, claro, varia de acordo com a localização do cálculo.

Há casos de a pessoa não conseguir urinar devido à pedra se localizar no canal urinário, bloqueando-o.

Buscar tratamento para as pedras nos rins é importante

sintomas-de-pedra-nos-rinsComo você pode observar, quando pequenas é mais fácil tratar e eliminar as pedras nos rins. Aumentar a ingestão de líquidos, principalmente água durante o dia está entre as medidas, que podem se associar ao uso de medicamentos e chás diuréticos. Os medicamentos serão recomendados caso o médico perceba a necessidade.

Para as pedras acima de 1 cm, o método mais utilizado é a litotripcia extracorpórea, um processo de ondas eletromagnéticas que quebra os cálculos. Não tratar o problema, pode acarretar problemas graves como:

  • Danificar os tecidos renais;
  • Infecção urinária;
  • Sangramento;
  • Bloqueio urinário;
  • Perda do órgão.

Médico responsável por tratar pedras nos rins

Quando identificada a presença de pedras, o paciente deve se dirigir a um médico especialista em tratar o problema. Neste caso, um urologista ou um nefrologista. Ele pedirá uma série de exames para avaliar o caso, inclusive ultrassom abdominal.

pedra-nos-rinsEsteja atento à maneiras de prevenir às pedras nos rins:

  • Evitar o consumo excessivo de sal;
  • Evitar o consumo excessivo de açúcar;
  • Manter uma dieta mais leve, equilibrada e natural;
  • Consumir alimentos ricos em Magnésio (feijão, gergelim e abacate são alguns exemplos);
  • Tomar bastante água diariamente.

Quem já teve e tratou as pedras nos rins, não pode descartar a possibilidade de formação de novos cálculos renais, portanto, a recomendação é que depois de tratar, você mantenha um estilo de vida saudável, priorizando uma alimentação balanceada e também os exames de check up.

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.