Vitaminas

Que sementes incorporar à dieta?

sementes-para-adicionar-a-dietaO melhor das sementes é que, graças a seu sabor neutro, podemos combiná-las com pratos salgados assim como com pratos doces, e até mesmo em bebidas para aproveitar todos os seus benefícios para estar mais saudável

Apesar de incorporar sementes à  alimentação de poder parecer algo “moderno”, este hábito é realizada há séculos. Eles trazem muitos benefícios para a nossa saúde e beleza. Neste artigo você saberá quais são algumas das sementes que você deve adicionar à sua dieta.

Sementes que não devem faltar em sua alimentação

Em lojas de produtos naturais, mercados e supermercados, podemos encontrar uma boa quantidade de produtos que incluem sementes em sua composição. Há quem pense, que se trata de uma tendência seguida por vegetarianos ou celebridades, mas o certo, é que trata-se de alimentos muito nutritivos e que vale a pena explorar. Estas são algumas das sementes que você pode incluir na dieta:

  1. Sementes de chia
  2. Sementes de Romã
  3. Sementes de abóbora
  4. Sementes de sésamo
  5. Sementes de linho (linhaça)
  6. Sementes de Quinoa
  7. Sementes de Amaranto

Conheça um pouco mais sobre as sementes benéficas a nossa saúde

Antes de falar sobre as sementes, é importante lembrar a importância de uma alimentação balanceada, rica em vitaminas e demais nutrientes especiais para o melhor funcionamento do nosso corpo.

Além disso, devemos conciliar a nossa alimentação saudável e balanceada, ao consumo de líquidos como água e sucos naturais que trabalham na hidratação do corpo, e ainda salientá-los da importancia da prática de atividades físicas regularmente.

Conheça 7 incríveis sementes e suas propriedades, a partir de agora.

Semente de Chia

semente-de-chiaSão ricas em ferro, cálcio e ácidos graxos ômega 3. Além disso, apresentam uma boa dose de fibras, por isso é que são saciantes e são recomendados para pessoas que estão fazendo dietas para perder peso. Por sua vez, as sementes de chia elimina toxinas, evitam o envelhecimento precoce da pele e regenerar tecidos. Antes de consumi-las é muito importante colocá-los de molho com água durante, pelo menos, 10 minutos. Será formada uma espécie de “gelatina” que você pode adicionar aos sucos ou cremes de frutas e legumes. Outra opção é misturar com queijo, fica perfeita para passar em torradas ou bolachas ou para comer com o iogurte ou o leite, juntamente com a aveia e amêndoas.

Sementes de romã

semente-de-romãEsta fruta tem em seu interior sementes que se podem ser comidas em muitas preparações doces ou salgadas. Rica em antioxidantes, a romã combate os efeitos dos radicais livres e melhora a saúde celular. Entre os seus nutrientes, encontramos os polifenóis que previnem doenças cardíacas e a vitamina C, que reforça o sistema imunológico. Além disso, servem para prevenir a formação de coágulos no sangue, manter a elasticidade dos vasos sanguíneos e estimular a circulação. Como se não fosse suficiente, as sementes de romã evitam o desenvolvimento de artrite e doenças ósseas. Podem incluidas às saladas verdes, aos sucos naturais, tortas e bolos.

Sementes de sésamo (Gergelim)

 gergelimTrata-Se de uma grande fonte de proteínas e gorduras “boas”, assim como a lecitina, ferro, zinco e cálcio. As sementes sésamo, mais conhecidas como gergelim, regulam os níveis de colesterol e dão um toque diferente para as refeições. O melhor é comprá-las cruas e, em seguida, levá-las ao forno sem óleo por alguns minutos. O Gergelim é muito utilizado e combina com perfeição em saladas, cremes, bolos e pães. Polvilhe um pouco de gergelim por cima de seus alimentos e vários aspectos da sua saúde mudarão completamente.

Sementes de abóbora

semente-de-abóboraTêm muitas propriedades que ajudam a regular o colesterol e suavizar alguns problemas de pele. Convém consumir sementes de abóbora, pela manhã, para controlar o peso. Caso contrário, você pode ingerir a tarde, já que, por conter magnésio e vitamina B,  que sintetizam a serotonina e estabilizam o sistema nervoso. As sementes de abóbora são ideais, para os que sofrem de insônia e outras dificuldades para conciliar o sono. Pode ser consumida como um lanche ao meio da manhã. Um punhado apenas, é suficiente. Como é necessário masticar bem podem, elas ainda podem servir em caso muita ansiedade.

Sementes de linho

semente-de-linhaçaConhecidas popularmente como linhaça, elas são muito pequenas, mas muito nutritivas. Trata-Se de uma excelente fonte de fibra alimentar, que permite regular o sistema digestivo. Além disso, as sementes de linhaça fornecem polifenóis e ácido linoleico. Estes nutrientes têm muitos benefícios para a nossa saúde como, por exemplo, agir como um potente anti-inflamatório e regular a produção hormonal (recomenda-se o linho em mulheres em seu período menstrual ou durante a menopausa). Duas das principais vantagens do linho, são os que mantém a regularidade do movimento intestinal e prolonga a sensação de saciedade por mais tempo. Ideal para pessoas que sofrem de prisão de ventre, têm ansiedade, compulsão  por comida ou desejam perder peso. As sementes de linho são muito versáteis e que podem ser adicionadas a saladas, pães, sobremesas, biscoitos ou os iogurtes e batidos.

Sementes de quinoa

semente-de-quinoaPode-se dizer que esta, é uma das últimas sementes, e que se tornaram conhecidas a nível mundial, mas que têm centenas de anos de utilização na América do Sul. A quinoa tem muitas propriedades devido a que traz ferro, fibras, fósforo, proteínas e aminoácidos essenciais. Estas sementes, além disso, são muito saciantes e recomendadas para pessoas que fazem dietas para perder peso. Antes de consumir a quinoa é fundamental fervê-la com água e sem sal por alguns minutos. Em seguida, você pode adicionar às saladas, ao arroz, às tortas ou como uma substituição dos cereais.

Sementes de amaranto

semente-de-amaranto É uma das menos conhecidas, mas são muito nutritivas. Antioxidantes, com uma boa concentração de ácido fólico, pobre em gorduras e repletas de proteínas vegetais, as sementes de amaranto nos permitem relaxar e a manter o sistema nervoso central em bom estado. Pode-Se consumir em ensopados, cremes, sopas ou em pó.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.