Dor de

DOR DE OUVIDO – AS PRINCIPAIS CAUSAS E RECOMENDAÇÕES MÉDICAS PARA O TRATAMENTO

dor-de-ouvidoA dor de ouvido é considerada um possível sintoma para diversas complicações no corpo humano ou ainda a resposta do organismo a exposição prolongada ao vento, frio ou abuso do uso de cotonetes.

Para identificar a causa da dor de ouvido é muito importante permanecer atento a outras sensações anormais apresentadas pelo nosso corpo. Neste artigo vamos falar sobre as possíveis causas, prevenção e tratamento da dor de ouvido.

 

POSSÍVEIS CAUSAS DA DOR DE OUVIDO E COMO TRATÁ-LAS

  • cuidados-dor-de-ouvidoDor ao mastigar ou dor na mandíbula: é muito comum que as dores no ouvido sejam provocadas pela dor na mandíbula ou dor no dente de siso. Este fato acontece devido à interligação entre a articulação e ouvido. Assim quando mastigamos ou bocejamos sentimos o reflexo da dor. Uma forma de prevenir e tratar a dor de ouvido provocada pela dor na mandíbula ou no dente de siso é evitar a mastigação através da ingestão de alimentos líquidos, colocar uma bolsa de água quente no local e procurar ajuda médica para receber as orientações mais corretas;
  • Dor de garganta: A dor de garganta é considerada como o sinal mais comum de infecção no ouvido. Na maioria das vezes, a confirmação do problema é a febre a partir dos 38º (trinta e oito graus), que nada mais é do que a evidência de que o corpo esta tentando combater um organismo estranho. Entretanto este problema pode ser resolvido com o uso de antibióticos. O Ibuprofeno é a melhor indicação de tratamento para aliviar a dor, mas lembre-se, consulte um médico especialista antes de utilizar qualquer tipo de medicamento;
  • causas-da-dor-de-ouvidoDor de ouvido ao engolir: É um sinal muito comum nos casos de infecção na garganta ou amídala, e que pode ser facilmente tratado com o uso de anti-inflamatórios, tais como Ibuprofeno, antibióticos ou amoxicilina, contudo consulte um médico antes de fazer uso de qualquer um desses medicamentos. Ainda, em casos mais sérios de infecção, pode ser necessário submeter-se a uma cirurgia para retirada das amídalas;
  • Dor de ouvido após frequentar piscinas, rios, lagos ou após o banho: É comum nestes casos que a água entre no ouvido, provocando dor. Para tratar este problema, é preciso manter o ouvido dolorido virado para baixo, de forma a estimular que a água escorra para fora, porém, caso a água não escorra, podem ser necessárias compressas de pano quente, fazendo com que ela evapore;
  • dor-de-ouvido-em-bebêDor de ouvido em bebês: A dor de ouvido é comum em bebês e crianças durante o crescimento dos dentes e também nos adultos, quando há o crescimento do último dente da arcada, conhecido como dente de siso. Para tratar a dor de ouvido nestes casos é recomendado procurar um dentista para verificar se o crescimento esta de acordo, e se necessário, fazer uso de medicamentos para aliviar a dor;
  • dor-por-labirintiteDor de ouvido e Tontura: é o sinal mais comum da labirintite, que se trata de uma inflamação do ouvido interno. Esta região, também conhecida como labirinto, é responsável pelo equilíbrio do corpo e, quando danificada, pode provocar a sensação de tonturas e mal estar. Felizmente na maioria dos casos, a doença é curada cozinha com o tempo, contudo em outros casos mais isolados, pode ser necessário tratamento com hidratação e consumo de antibióticos ou prednisona. Por fim, para evitar os sintomas de tontura e enjoo são indicados remédios contra enjoo, ansiolíticos e anti-inflamatórios.

A dor de ouvido também pode ter outras causas, tais como:

  • dor-por-bruxismoBruxismo;
  • Artrite na mandíbula;
  • Problemas de mastigação;
  • Alergias e resfriados;
  • Barotrauma ou problemas causados pela variação de pressão, comum em viagens de avião.

Uma forma de prevenir a dor de ouvido é não ficar muito tempo dentro da água. Procure sempre fazer uma pausa de 10 minutos após permanecer por 40 minutos na água. Essa pausa irá fazer com que o canal do ouvido possa secar, evitando a otite, ações bacterianas e infecções. Caso tenha a sensação de água no ouvido, evite o uso de cotonetes.  O cotonete poderá empurrar a água para o fundo do ouvido e causar danos ainda mais sérios. O melhor a se fazer neste caso é virar o ouvido para baixo para que a água escorra, porém se não obter este resultado, procure imediatamente um médico.

não-usar-cotonetesÉ importante destacar que os medicamentos para dor de ouvidos só devem ser utilizados mediante recomendação médica. Afinal, apenas um profissional de saúde poderá realizar o diagnóstico definitivo e receitar o medicamento mais indicado, conforme as necessidades do paciente. A seguir destacamos os remédios mais indicados para dores de ouvido: Deocil, Dipirona e Tramal.

 

COMO PREVENIR A DOR DE OUVIDO

Como apresentado anteriormente, as dores de ouvido são causadas por diversos fatores, sendo muito difícil orientar uma prevenção objetiva e precisa. Porém existem riscos que podem ser observados para evitar a dor.

COMO TRATAR A DOR DE OUVIDO

infecção-auricular

  • Diminuir a quantidade de mamadeiras: Estudos comprovam que os bebês e crianças que tomavam leite somente através da mamadeira apresentavam com mais frequência casos de infecções no ouvido. Mas porque isso ocorre? As mamadeiras são esterilizadas para conter menor quantidade de bactérias. E por um momento isso pode parecer bom, contudo a presença de anticorpos no organismo dos bebês e das crianças é essencial para o fortalecimento do sistema imunológico, evitando infecções;
  • Use agasalhos e evite locais frios: As gripes e resfriados são as principais causas da dor de ouvido, logo evitar o resfriamento do corpo mantém o organismo menos exposto a possibilidade de adquirir tais doenças. Ainda, uma alimentação rica em vitamina C e bem balanceada também ajuda a fortalecer o sistema imunológico, colaborando para o combate de vírus e bactérias;
  • proteção-para-ouvidoEvite locais com ar poluído ou exposição à fumaça de cigarro: um ambiente com ar poluído como o de fábricas, indústrias e a exposição à fumaça de cigarro pode aumentar os riscos de infecção. Porém, caso não consiga escapar desses ambientes, utilize os Equipamentos de Proteção Individual adequados, com protetor auricular e máscaras;
  • Evite exposição ao vento: expor-se ao vento por um longo período de tempo também pode provocar dor de ouvido. Isso ocorre porque a pressão corporal é modificada, causando o incomodo. Portanto, nestes casos é recomendado o uso de tapa orelhas ou tocas.

Procure sempre tomar os cuidados necessários com o seu ouvido, evitando os riscos apresentados neste artigo. Ainda, lembre-se de procurar um médico antes de utilizar qualquer medicamento, pois esse é o profissional mais indicado para cuidar da sua saúde.

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.