Dicas de Beleza Doenças Remedios Para Sintomas

Frieira o que é? Causas e recomendações

frieira

Também conhecida como pé de atleta, a frieira no pé é uma infecção causada por fungos e que pode ser transmitida de pessoa para pessoa com facilidade. Ambientes como banheiros infectados, pisos de duchas de vestiários, praias e piscinas são ambientes favoráveis à contaminação.

Dentre todas as infecções causadas por fungos, a frieira é a mais comum e se caracteriza por rachaduras entre os dedos ou bolhas acompanhadas de coceira, ardência e um pouco de dor no local.

Mais comum no verão, a frieira em homens é mais comum que em mulheres, devido ao uso frequente de sapatos fechados que contribuem para a proliferação do fungo.

Quais são as causas da frieira?

pé-de-atleta

A frieira pode também acontecer na virilha provocando muita coceira e ardência, além de inchaço e vermelhidão. Quando acontece nesta região, ela é conhecida como “coceira de jóquei”. Após alguns dias, a pele onde se formaram as bolhas se descamam.

As causas do pé de atleta popularmente conhecido como frieira é a contaminação com o fungo Tricophyton, que como já dito, pode afetar outras partes do corpo, inclusive o couro cabeludo.

O nome “pé de atleta” surgiu da facilidade de contaminação em vestiários e banheiros de clubes e piscinas, que normalmente são lugares onde atletas pegam a infecção. Desta mesma maneira é possível pegar micose nas unhas.

Recomendações

Algumas medidas de higiene podem te ajudar a prevenir a frieira nos pés. São elas:

cuidados-com-os-pés
  • Secar bem os pés após o banho, evitando ao máximo, deixá-lo úmido;
  • Secar entre os dedos com uma toalha, papel absorvente ou algodão;
  • Evite meias que não absorvem o suor. Elas mantém o pé úmido;
  • Evite repetir as meias;
  • Prefira sapatos abertos;
  • Evite o uso de tênis durante todo o dia. Se isto não é possível, faça o uso de talcos ou opte por um tênis que tenha um pouco de ventilação.
  • Sempre use chinelos em vestiários e banheiros de clubes. Assim você estará evitando ser contaminado, ou se você tem frieira ou micoses, evitará contaminar outras pessoas;
  • Esteja sempre de olho na coloração de suas unhas, na pele de seus pés e verifique sempre se há alguma anormalidade e sensibilidade que mereça atenção.
  • O uso de talcos, antifúngicos e antimicóticos não devem ser feitos sem orientação e indicação de um dermatologista. Evite problemas mais sérios.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.