Beleza Dor de Remedios Para Sintomas

Queimaduras – Graus, como tratar e primeiros socorros

acidente-domestico

Neste texto vamos tratar de um assunto bastante delicado e que deixa em dúvida muitas pessoas, sobre como atuar em caso de um acidente com queimaduras. Aqui falaremos um pouco sobre como tratar, quais são os graus e primeiros socorros.

O que são as queimaduras?

As queimaduras são ferimentos causados pela troca térmica, que também podem acontecer por reações químicas, elétricas ou através da radiação, inclusive a radiação solar.

As altas temperaturas assim como as temperaturas muito baixas causam queimaduras. O maior número de casos de queimaduras acontece pelo excesso de calor, e a classificação do grau da queimadura se dá pela gravidade, profundidade e extensão afetadas. Quanto maior a queimadura, mais profundo e grave é o problema que deve ser tratado imediatamente a fim de evitar sérias sequelas.

queimadura-de-sol

Quando dizemos que não se deve brincar com fogo, estamos dizendo da importância de evitar queimaduras, uma vez que é grande o número de acidentes todos os anos. São milhões de casos todos os anos no Brasil, principalmente com crianças.

As queimaduras em geral atingem a pele em profundidades diferentes, mas em casos muito graves, pode alcançar, órgãos, ossos e pode levar a vítima até a óbito.

O fogo é o grande vilão, quando o assunto são queimaduras, e isto se dá porque as chamas de um fogo podem ser tão rápidas, que em apenas dois minutos podem atingir um quaro inteiro.

As consequências causadas pelo fogo podem ser consequência fatais, ou podem ser sequelas muito sérias, portanto é sempre bom prevenir acidentes, já que não temos domínio do fogo, pois facilmente se pode perder o controle.

A queimadura na pele

Como acontece a queimadura na pele? A queimadura na pele se dá pela destruição do tecido cutâneo. Esta destruição pode acontecer total ou parcial.

tratamento-para-queimadura

Se afetar apenas a epiderme (a camada superficial da pele), em poucos dias é possível acontecer a regeneração da pele com apenas alguns cuidados. Já não podemos dizer o mesmo, quando as camadas mais profundas são afetadas. Estamos falando da derme. A derme é uma camada mais profunda, que se localiza abaixo da superfície. Atingindo a derme, a queimadura é considerada grave.

Quando a derme é atingida, é impossível a regeneração da epiderme, uma vez que a derme é responsável pela nutrição da mesma através de pequenos vasos. Assim quando há queimaduras graves, é importante primeiro tratar a derme, para que então a epiderme seja recuperada.

Como você pode imaginar, a pele é responsável pela proteção do corpo, prevenindo:

  • A entrada de bactérias;
  • Evita a perda de calor;
  • Mantem os líquidos corporais, não permitindo que os mesmos sejam evaporados;
  • Evita a entrada de agentes infecciosos;
  • Evita a entrada de bactérias na corrente sanguínea.

A Derme danificada prejudica a circulação comprometendo a cicatrização e regeneração da pele, podendo afetar o tecido muscular aumentando ainda mais as chances de infecções. Se a pessoas perder muito líquido, a queimadura pode levar à morte por desidratação.

As queimaduras de grande porte, as que são consideradas gravíssimas causam a perda excessiva de líquidos do corpo e consequentemente a queda da pressão arterial bruscamente. Quando isto acontece, a pessoa pode entrar rapidamente em estado de choque, causando ainda a falta de oxigenação de células importantes do corpo, são as células por exemplo, cardíacas, cerebrais e de diversos órgãos, inclusive órgãos vitais.

Quando ocorrem queimaduras graves e muito profundas, o sistema inflamatório também passa por alterações significantes, o que significa que órgãos importantes podem ser comprometidos pelo ataque de bactérias

As queimaduras não devem ser ignoradas. Quando afetadas partes íntimas e o rosto principalmente são atingidos, há que se tomar cuidados mais específicos ainda.

Tipos de Queimaduras

Como já dito, existem tipos diferentes de queimaduras e o principal tipo é causado pelo excesso de calor. Entretanto é importante que você conheça outras formas de queimaduras.

A queimadura química é uma queimadura lenta, contudo abrasiva!
  • Queimadura Térmica – são as queimaduras provocadas, como sugere o próprio nome, por transferência de energia térmica. Neste tipo de queimadura, a pele pode estar absorvendo ou perdendo energia.
  • Queimadura por escaldamento – Um dos tipos mais comuns de queimaduras principalmente em crianças. Este tipo de queimadura acontece quando há contato da pele com líquidos em alta temperatura. É bastante alto o número de acidentes com crianças com água fervendo por exemplo.
  • Queimadura por vapor – As queimaduras por vapor são muito graves, uma vez que a temperatura do vapor aumenta o máximo que pode, não havendo um limite para isto. Não estamos falando do vapor da nossa cozinha, que são extremamente baixos, se comparados às tubulações de algumas empresas, por exemplo. Este tipo de queimadura é mais grave que o anterior, uma vez que o calor ultrapassa os 100° C, que é o máximo que a água alcança para então se transformar.
  • Queimaduras por abrasão – A queimadura por abrasão é aquela que acontece quando há fricção da pele com algo, gerando calor. Se este ago for áspero cria-se a queimadura por abrasão. Um exemplo simples é a lixa, mas ela não a causa principal de queimaduras por abrasão. Exemplos mais claros deste tipo de queimaduras, são peças de skate, acidentes de motocicletas, bicicleta, entre outros. Para você ter uma idéia do que estou falando, basta imagina, tentar frear uma bicicleta, colocando o pé nos pneu. Em movimento constante, a fricção causará a queimadura na pele.
  • Queimadura por contato – É também um tipo de queimadura bastante comum. Ela se dá pelo contato com um objeto quente, podemos imaginar colocar a mão em uma panela quente, ou encostar a mão na cerâmica da chapinha quando vai passar nos cabelos.
  • Queimadura por chama – Este é o tipo de queimadura onde a pele entra em contato direto com o próprio fogo. É o caso de se queimar na chama de uma vela acesa. É claro que existem casos mais graves para este tipo de queimadura.
  • Queimadura por baixa temperatura (Frio) – Assim como o calor, o excesso de frio também provoca queimaduras. Isso acontece porque os corpos com temperaturas diferentes tentam encontrar o equilíbrio térmico. No caso do contato com temperaturas muito baixas, nosso corpo tenta proteger de alguma maneira, os nossos órgãos e reduz o fluxo sanguíneo das extremidades do corpo e centraliza esse mesmo fluxo, no tronco e na cabeça. Os dedos são as partes mais afetadas e perdem calor excessivamente para o meio, e esta perda resultará em queimaduras ocasionadas pelo frio.
  • Queimaduras por Radiação – Vindas de ondas eletromagnéticas, a radiação também provoca queimações.
  • Queimaduras de sol – Os raios Ultravioleta são responsáveis pela queimadura da pele. As queimaduras solares raramente chegam a ser tão graves quanto os outros casos, mas deve-se considerar os riscos que a exposição em excesso nos coloca. Além da queimadura da pele, a exposição ao sol também pode provocar insolação e desidratação. Cuide-se, e não se esqueça do protetor solar.
  • Queimaduras por Bronzeamento artificial – A luz ultravioleta utilizada para os bronzeamentos artificiais são parecidas aos raios solares, contudo se a quantidade de raios for a maior que os raios de sol normais, as queimaduras são inevitáveis. Este tipo de queimadura pode ser muito grave.
  • Radioterapia – A Radioterapia é um tipo de tratamento utilizado em pacientes com câncer. Ela impede que as células do tumor se desenvolvam e cresçam. Se o organismo for atingido pela radiação, ela queima a parte onde foi aplicada como o sol queima a pele.
  • Queimaduras por Raio-X – Tipo de radiação utilizada para a realização de exames de imagem. A exposição por tempo excessivo, provoca queimaduras nas células.
  • Queimaduras químicas – O ácidos são os principais causadores de queimaduras químicas que são as queimaduras causadas pelo contato da pele com elementos químicos. A soda cáustica é por exemplo, é grande causadora desse tipo de queimadura. Ela queima lentamente a pele, não aparecendo na mesma hora. Deve-se ter grande cuidado ao lidar com este tipo de produto.
  • Queimaduras elétricas – A eletricidade faz com que o corpo sinta de maneiras diferentes, a passagem do calor. Diferente dos outros tipos de queimadura, o choque elétrico faz com que a eletricidade entre pelo corpo e busque o caminho mais rápido até chegar ao chão. Se você coloca o dedo em um fio elétrico, a energia entrará pelo seu dedo e sairá pelo pé. Para percorrer este caminho, muitos órgãos poderão  ser afetados. Quando mais tempo a pessoa permanecer conectada à eletricidade, mais danos as queimaduras podem causar. Dependendo da eletricidade, este é um tipo de queimadura que pode ser fatal.

Graus de queimadura

A gravidade de uma queimadura é identificada pelo grau que é definido de acordo com a profundidade. Quanto mais profunda a lesão, mais alto é o grau.

graus-de-queimaduras
  • Queimadura de primeiro grau – Elas causam dor, vermelhidão e ardência por algumas horas. É a queimadura de primeiro grau aquela que atinge apenas a epiderme. Na maioria das vezes dispensa cuidados médicos, bastante hidratação e em algumas pessoas a própria pele se reconstitui. Queimaduras de sol, encostar em panela quente por exemplo, pode causar esse tipo de lesão.
  • Queimadura de segundo grau – É o tipo de queimadura que atinge pode ser superficial, quando atinge apenas a parte externa da derme, como também pode ser profunda, quando atinge a derme totalmente. Com aspecto umedecido, ela forma bolhas e pode deixar cicatriz na área afetada. Quando profunda, o tratamento deve ser orientado por um médico.
  • Queimadura de terceiro grau – É o tipo de queimadura que destrói completamente a pele. Curiosamente, são menos doloridas no instante porque queimam os nervos que enviam comandos e informações ao cérebro. Não menos  grave, este tipo de problema não se soluciona em casa, o paciente deve ir imediatamente ao hospital a fim de evitar que os tecidos cutâneos com temperaturas ainda elevadas continuem queimando. Os tratamentos para cicatrização neste caso, é também feito com acompanhamento médico.
  • Queimaduras de quarto grau – Como você pode imaginar, é o tipo mais grave de queimadura, porque além da pele, este é o tipo de queimadura que afeta órgãos, músculos, tendões e até ossos. Quando se chega a este grau, o estado que a pele alcança é de carbonização. É o caso de pessoas que não conseguem escapar de incêndio, ficando diretamente expostas às chamas.

Extensão das queimaduras

queimadura-de-segundo-grau

Muito se escuta dizer, que alguém teve uma determinada porcentagem do corpo queimado. Você sabe como é feita esta definição? Elas são feitas de acordo com a parte do corpo que queimou. Não se considera neste caso, as queimaduras de primeiro grau.

Cada parte do corpo representa uma porcentagem:

  • Genitais = 1%
  • Braços = 9% cada
  • Cabeça = 9%
  • Pernas = 18% cada
  • Trocos posterior e anterior = 18% cada

Queimaduras em crianças

previna-queimaduras

Segundo a sociedade Brasileira de Queimaduras, a SBQ, as crianças representam 2/3 dos casos de queimaduras no país. Esta situação é a segunda maior causa de internações de crianças entre 1 e 4 anos de idade e a quinta principal causa de mortalidade entre crianças de 5 a 9 anos. A principal causa de queimaduras em crianças é o escaldamento, no caso acidentes domésticos.

Tratamentos para queimaduras

queimadura

O tratamento para a queimadura é feito de acordo com grau, ou seja, de acordo com a gravidade. Em casos mais graves, é necessário procurar um médico imediatamente. Será feita uma avaliação e em seguida iniciado o tratamento adequado.

Saiba a partir de agora os tratamentos feitos em casos de queimaduras.

Banhos

É quase impossível imaginar-se no banho com queimaduras na pele, não é mesmo? E com toda razão, pois este é realmente um momento muito difícil para o paciente. Contudo, o banho é extremamente importante para evitar o acúmulo de bactérias na parte ferida. No banho, as feridas devem ser lavadas com água e sabão, para remover a pele morta e claro, higienizar a região para prevenir infecções. Em casos muito graves, pode haver a necessidade de analgésicos e anestésicos.

Enxertos

não-brinque-com-fogo

Quando são necessários os enxertos? Eles são na verdade, o transplante de pele, que acontece quando a queimadura atinge a pele de tal maneira que se torna impossível a cicatrização. Para fazer o enxerto, três podem ser as fontes de pele: O próprio paciente, um doador, ou uma espécie.

No caso de usar a pele da própria pessoa, as chances do enxerto dar certo são maiores, uma vez que o corpo pode expulsar depois de alguns dias, a pele de doadores já falecidos, são os casos de rejeição. Quando a queimadura é muito extensa e não é feito o enxerto normal, se pode fazer  uma rede com o próprio tecido, mas o resultado não é esteticamente o melhor, sendo esta uma opção de último caso.

Pode-se também usar as peles sintéticas como curativo para proteger a parte ferida, mas este é um procedimento inviável financeiramente falando porque tem um custo benefício muito alto.

enxerto

A pele de animal pode também ser utilizada como curativo biológico em casos de queimaduras. Depois de tratada por alguns dias, a pele de tilápia por exemplo serve como curativo para a pele lesionada. Ela protege contra infecções e ajuda a evitar a perda de líquidos e proteínas. Ela é colocada diretamente sobre a ferida. Este procedimento ainda está em testes para aprovação da ANVISA.

Oxigenoterapia

Procedimento que consiste em aumentar a oxigenação das células. Para isto o paciente é colocado em uma câmara pressurizadora para absorver mais oxigênio, contudo não deve haver exageros. Feita nas medidas corretas, a oxigenoterapia ajuda a acelerar o processo de cicatrização da pele.

Antibióticos são recomendados de maneira preventiva para que não ocorra infecção, principalmente se são queimaduras graves.

Primeiros Socorros!

A primeira coisa a se fazer é hidratar. Água, bastante água é o que se recomenda. Nos casos de ferimentos ou acidentes graves com queimaduras graves, o paciente deve ser imediatamente levado ao pronto socorro.

tratamento-queimadura

O paciente não deve ser coberto para evitar que grudem tecidos nas feridas.

Queimaduras simples devem ficar debaixo de água fria por pelo menos 5 minutos. Queimaduras de segundo grau deve permanecer pelo menos 10 minutos debaixo da água fria, e de terceiro grau 20 minutos e logo socorro médico.

Não utilize nenhum outro produto que não seja água. Depois disto apenas o que recomendar o seu médico. Algumas pomadas comumente são indicadas, sendo as mais comuns:

Pomadas:

  • Nebacetim;
  • Bepantol;
  • Esperson

Analgésicos:

  • Ibuprofeno
  • Tylenol

Como Prevenir às Queimaduras

Basta um simples descuido para que um acidente ocorra, aliás podemos dizer que maior parte dos casos de queimaduras acontecem por descuidos que as vezes não nos damos conta. Mas é bom estar atento porque uma queimadura pode ser tão séria que é capaz de levar à morte.

Alguns cuidados devem ser tomados sempre:

evite-brincar-com-fogo
  • Evite banhos muito quentes, ou ligar o chuveiro já debaixo da água;
  • Certifique-se de que o bojão de gás está instalado corretamente e cuide de sempre deixar a chave desligada;
  • Evite soltar fogos de artifício nas mãos;
  • Cigarros, certifique-se de que estão apagados, antes de jogar fora;
  • Pipas, solte-as longe das redes elétricas;
  • Não brinque com palitos de fósforo;
  • Mantenha uma distância segura de fogueiras;
  • Fique atento às crianças, evite panelas com líquidos quentes onde elas alcançam;

Bom, este foi um texto com a finalidade de levar até você, o máximo de informações sobre as queimaduras, os seus tipos, graus, cuidados e como evitá-las. Espero te ajudar a prevenir este tipo de problema.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.