Doenças

Trombose – Diagnóstico, causas e tratamentos

trombose-nas-pernasA trombose é uma doença que se origina da formação de coágulos sanguíneos nas veias, em locais inapropriados do nosso corpo, isso é o que conclui a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV). Devido à formação em locais adversos, os coágulos dificultam o retorno do sangue ao coração. Quando isso acontece de maneira mais superficial nos vasos sanguíneos, a doença se denomina tromboflebite.

Embora haja casos de trombose nos pulmões, no cérebro e até no coração, onde o risco de morte do indivíduo é maior, devido coágulo se movimentar dentro dos vasos (embolia), o tipo mais comum desenvolvimento da doença ocorre nos membros inferiores, mais precisamente nas coxas e nas pernas.

Quais são os sintomas da trombose?

procure-um-médicoAo sentir dores, inchaços e queimação nas áreas das pernas, é recomendável que um médico seja consultado, afim de diagnosticar a possibilidade da doença. Quanto antes é feito o diagnóstico, mais rápido se inicia o tratamento, diminuindo as chances da doença se agravar.

Há casos de pacientes diagnosticados, sem apresentar os sintomas da trombose, mas isso não é comum, tampouco é bom, porque uma vez não apresentando sintomas, diagnosticar será muito difícil, aumentando as chances da doença se agravar.

Nas primeiras suspeitas, o médico deve ser consultado, afim de interferir nos possíveis danos que a trombose pode te causar. Dentre os sintomas também pode acontecer uma mudança de cor da pele na região afetada, podendo ficar de em tons azuis ou avermelhados.

Fatores que contribuem para o surgimento da doença

Não descartando as chances de uma pessoa desenvolver a doença em algum momento, ao longo de sua vida, algumas pessoas, têm uma chance maior. São elas:coágulo-sanguíneo

  • Pessoas sedentárias, assim como pessoas que ficam por muito tempo em uma única posição. O que justifica essa afirmação, é o simples fato da circulação sanguínea se tornar dificultada.
  • Pessoas como sobrepeso, ou já obesas;
  • Gestantes;
  • Pessoas adeptas ao uso contínuo do cigarro;
  • Mulheres que fazem o uso de anticoncepcional, assim como as que passam por terapias de reposição hormonal. Esse fator acontece muito no período da menopausa, onde elas passam por sérias oscilações hormonais que contribuem, na formação dos coágulos.
  • Infecções pós cirúrgicas.

varizes-sinal-de-trombosePessoas que se encaixam em alguma das alternativas acima, devem ficar atentas a quaisquer indícios da doença, é importante atentar-se ao aparecimento de varizes. Este pode ser o primeiro sinal.

A evolução da doença

trombose-no-cérebroInicialmente, a trombose apresenta sinais pequenos como o surgimento das varizes. Na sequência, o paciente começa a perceber a vermelhidão e o inchaço dessas áreas. Ao afetar os vasos sanguíneos, o local pode se tornar escurecido ou com manchas bem escuras, podendo ser acompanhado de outros sintomas.

Deve o paciente, se cuidar com o pretexto de não deixar que a doença evolua, porque isso pode colocar em risco a sua própria vida, uma vez que atingindo um grau mais agudo, os coágulos podem chegar aos pulmões provocando a embolia pulmonar, ou mesmo desencadear problemas cardíacos graves e coágulos no cérebro.

Tratamentos para a Trombose

anticoagulante-tratamento-tromboseComo todo tipo de doença, os tratamentos devem ser iniciados o quanto antes, isso para garantir melhor resultado. Com a trombose não é diferente. Ao contrário de algumas doenças que têm apenas controle, a trombose tem cura e o seu tratamento é feito baseado em anticoagulantes, que são medicamentos bem sensíveis e devem ser ajustadas as suas doses de acordo com a necessidade de cada paciente. Podendo ser aplicados através de injeções ou de comprimidos, o médico é quem indicará qual é o tratamento adequado para o seu caso.

Como o próprio nome diz, os anticoagulantes, vão agir de forma a ralear o sangue, fazendo com que se torne mais difícil a formação de coágulos. Pessoas que tiveram ou tratam a trombose que se manifestou nas pernas, há recomendações médicas para o uso de meias compressoras para auxiliar no tratamento.

Como se prevenir?

Existe um ditado que diz que é melhor prevenir, do que remediar. Essa afirmação, portanto, é a mais sensata e verdadeira que se pode ter, uma vez que a maioria das doenças estão relacionadas a maus hábitos de vida. Contudo, nunca é tarde para mudarmos nosso estilo, nossos hábitos e termos melhor qualidade de vida, afastando de nós as doenças. Para se prevenir contra a trombose você deve:

  • exercícios-físicosInserir em sua rotina diária, exercícios físicos. Eles vão fazer com que você movimente o corpo e melhore a circulação sanguínea. Vale uma simples caminhada, ou uma corridinha. O que não vale é não sair do lugar;
  • Faça sempre alimentações leves e saudáveis, alimente-se nos horários certos e priorize o consumo vitaminas e proteínas. Vitamina K é uma excelente arma contra a trombose.
  • Mantenha seu corpo hidratado sempre. A melhor forma de fazer isso, é ingerindo bastante líquidos, principalmente água.
  • Para quem trabalha muito tempo em uma única posição, é bom que de tempo em tempo, alterne os movimentos. Se você trabalha sentado, levante-se dê uma caminhada de uns minutos e retorne. Faça isso algumas vezes. Se é o contrário, é bom sentar e esticar as penas, para dar uma “mãozinha à circulação”

Pessoas que já tiveram trombose, e já fizeram o tratamento anteriormente, não estão isentas da possibilidade de desenvolvê-la novamente.

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.